Antigos Distritos

Retornar

 
 
  Pinheiral  
  CANP - Colégio Agrícola Nilo Peçanha  
 
  Alunos - fachada principal do casarão do Pinheiro.  
 
 
 
  Ex-alunos  
  Formandos  
  Instalações  
  Curiosidades  
 
 
 
 

Em 1870, com a chegada do transporte ferroviário, surgiu a Estação de Pinheiro, em terras doadas pelo Comendador José Breves. Ao seu redor, pouco a pouco foram surgindo algumas moradias. Era o início da Vila Pinheiro.
Em 1879, faleceu o Comendador, sem deixar herdeiros. Seu testamento é uma prova de sentimento, caridade e bondade, pois não só deixava alforriados seus numerosos escravos, como ainda lhes doava terras para nelas viverem e tirarem seu sustento (Fazenda da Cachoeirinha – “Fazenda da Cria”). Além disso tinha um teor filantrópico ligado a doações à igrejas, casas de saúde, apólices para custear o ensino primário e a educação religiosa católica romana e social do povo.
Em 1890, através do Decreto nº 6.862 de 23 de Agosto, foram declaradas de utilidade pública, as terras da Fazenda Pinheiro, na Estação da Estrada de Ferro.
No ano de 1891, sua sede foi adquirida pela Fazenda Federal.
Em 1895, os moradores da Vila procuraram a Inspetoria Geral de Terras e Colonização para regularizar o domínio útil dos terrenos e fazer novos arrendamentos.
A partir de 1897, a Fazenda Pinheiro foi cedida ao Ministério da Guerra, nela passando a funcionar um Hospital Militar.


Em 1899, passou para o Ministério da Agricultura, que em 1909, nela instalou o Posto Zootécnico Federal de Pinheiro.


No ano de 1910, foi criada a Escola Média de Agricultura, Agronomia e Veterinária de Pinheiro, que formou sua primeira turma em 1914.


De 1916 à 1918, funcionou nesse local, a Escola Superior de Agricultura e Veterinária, o que nos leva a afirmar, que a primeira turma de Médicos Veterinários do Brasil, concluíu o curso em Pinheiral, em 1917, com quatro formandos: Antônio Teixeira Vianna, Jorge de Sá Earp, Moacyr Alves de Souza e Taylor Ribeiro de Melo.
Através do Decreto de Lei nº 1.360, de 21 de Novembro de 1916, foi criado o Distrito de Pinheiro.
De acordo com Decreto nº 12.894 de 28 de Fevereiro de 1918 a Escola Superior de Agricultura e Veterinária, foi transferida para Niterói, sendo inaugurado em Pinheiro, o Curso Complementar Patronato Agrícola, destinado à educação de menores desvalidos.
No ano de 1920, o Patronato Agrícola, recebeu a visita dos Reis da Bélgica, Alberto e Elizabeth, do Presidente da República Dr. Epitácio Pessoa, do Ministro da Agricultura Dr. Simões Lopes, do Ministro da Guerra Dr. Pandiá Calógeras e outras autoridades.
Em 1941, nasce o Aprendizado Agrícola “Nilo Peçanha” (Decreto nº 7.072).

Em 1968, o Colégio passou a ser subordinado a UFF (Universidade Federal Fluminense).

Em 1985, o antigo prédio da Fazenda Pinheiro e mais duas glebas de suas terras, foram cedidas pelo Ministério da Agricultura a esta Universidade, por 20 (vinte) anos.
No ano seguinte, um incêndio de grandes proporções, destruiu parcialmente a sede da Fazenda São José do Pinheiro, posteriormente Posto Zootécnico, tendo o fato se repetido em 1990. Hoje, o Casarão encontra-se em ruínas, mas uma mobilização pró-restauração, liderada pelos “Amigos do Casarão”, com total apoio de órgãos governamentais, particulares e outros, tem se fortalecido dia a dia, aumentando a espectativa da concretização deste sonho acalentado há muitas décadas pela população de Pinheiral.

 
    Envie sua história referente ao tema acima. Ela será publicada...  
 
     
    © 2007/2008 — Todos os direitos reservados: "Memórias de Piraí" -  Rio de Janeiro, RJ.    
    http://www.opirai.hpg.ig.com.br